Proibição das vendas de jogos violentos para crianças é rejeitada

Publicado por Cauane Silva
27 de junho de 2011

Uma lei do estado da Califórnia que pretendia proibir a venda, para crianças, de jogos considerados violentos foi rejeitada nos Estados Unidos. De acordo com a Suprema Corte dos EUA, “a lei é generalizante, pois engloba inclusive os jovens cujos pais pensam que os videogames violentos não são prejudiciais”, e por isso foi rejeitada.

Assim como no cinema, os jogos possuem uma classificação de idade, porém isso nunca foi respeitado, afinal consumidores de qualquer idade podem comprar o jogo que desejarem.

Quem comemorou com entusiasmo essa decisão da justiça foi a Associação de Softwares de Entretenimento, a qual tem como membros a Disney Interactive Studios, Electronic Arts, Microsoft e Sony.

Fonte: Folha



Categorias: Notícia
  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • Youtube

TelaCheia no Facebook

Parceiros

  • Anuncie no Tela Cheia!
  • Anuncie no Tela Cheia!
  • Anuncie no Tela Cheia!